Definitivamente, estamos na era do nomadismo digital! Graças à tecnologia e à Internet, podemos trabalhar de onde quisermos, sem precisar nos locomover todos os dias para o escritório, pegar trânsito e nos estressar. Você pode optar por trabalhar à distância e continuar morando no conforto de seu lar, mas se a sua ideia for viajar o mundo enquanto trabalha ou morar por algum tempo fora do Brasil, fizemos uma lista das 10 melhores cidades do mundo para os nômades digitais, baseada em qualidade de vida, acesso e velocidade da Internet, custos e oportunidades para quem está querendo se aventurar no nomadismo digital. Vem dar uma olhada:

1. Berlim

Berlim continua sendo jovem, vibrante, cheia de gente criativa, arte e uma das cidades mais em conta pra se viver na Europa. Um dos centros europeus das startups, Berlim atrai muitos nômades digitais, não é preciso falar alemão para morar lá e além do mais, a cidade é repleta de cafés e espaços de coworking, o que faz dela um verdadeiro paraíso para quem já é ou pretende ser nômade digital.

2. Lisboa

Já não é de hoje que Portugal está na moda e isso tem feito o país se modernizar, atraindo muitos jovens empreendedores, estudantes e nômades digitais. Lisboa, a queridinha, tem visto a quantidades de cafés e espaços colaborativos crescer nos últimos anos e a grande vantagem é falar português fora de seu país, o que também aumenta as chances e oportunidades de trabalho e freelas. Um das cidades mais baratas para se viver na Europa, talvez Lisboa seja sua próxima parada!

3. Sófia

O leste europeu está se reinventando e Sófia, a capital da Bulgária, é uma das cidades que lideram toda esta mudança e atrai cada vez mais jovens criativos. O leste europeu é conhecido por ser mais barato do que o resto da Europa e o aluguel lá é tão em conta quanto os custos com alimentação. A cidade possui uma cultura de coworking muito bem pensada e que funciona, tanto que dizem ser um dos lugares do mundo com melhor velocidade de Internet.

4. Praga

Além da cidade ser linda, cheia de arte e história, ela é um dos melhores lugares para nômades digitais que querem viver na Europa. O clima pode não ser muito fácil para os brasileiros, mas o baixo custo de vida compensa. Uma cidade barata, onde é possível comer uma refeição completa por 8 euros e por conta disso tem conquistado cada vez mais jovens criativos e adeptos ao nomadismo digital. Com boa qualidade e velocidade de Internet, Praga possui diversos cafés onde é possível passar o dia trabalhando e se deliciando ao mesmo tempo.

5. São Francisco

São Francisco talvez seja a cidade mais criativa dos Estados Unidos e por isso sempre atraiu e continua atraindo pessoas que pensam fora da caixa. A cidade já possui uma cultura de espaços de coworking e trabalho colaborativo tão forte, que é um verdadeiro berço dos nômades digitais que querem viver na América. A única questão é que  é uma cidade cara, mas a boa notícia é que ela fica bem perto da região do Vale do Sicílio, com cidades menores, mais baratas e tão apaixonantes quanto, o que não te impede de passar o final de semana em São Francisco.

6. San Diego

Se São Francisco é uma cidade cara pra se viver, mas você quer viver nos Estados Unidos, saiba que San Diego é uma cidade muito mais em conta e possui uma vibe praia e vida saudável que a torna uma delícia de viver. Com um clima ameno e parecido com o do Brasil, San Diego possui centenas de cafés, que são largamente utilizados pelos nômades digitais. Atualmente, os Estados Unidos é o país com a maior quantidade de pessoas trabalhando como nômades digitais e muitos deles vivem em San Diego, em busca de mais qualidade de vida e oportunidades de trabalho.

7. Vancouver

O Canadá é um país que tem cativado muitos brasileiros e Vancouver é uma das cidades mais amigáveis para os estrangeiros. Jovem, criativa e em busca de gente que quer empreender, a cidade é linda, extremamente segura e cheia de lugares incríveis para os nômades digitais, como cafés, espaços de coworking e até mesmo lugares abertos, já que morar o Canadá significa estar em constante contato com a natureza. O custo de vida lá não é dos mais altos e a qualidade de vida que a cidade oferece talvez te deixe com vontade de passar mais tempo do que o esperado.

8. Chiang Mai

Se a ideia é ser nômade digital na Ásia, Chiang Mai é o destino perfeito. A cidade, que tem sido um verdadeiro imã para os nômades digitais, possui bom clima, baixo custo de vida, ótima Internet, pessoas simpáticas, clima acolhedor e a maior concentração de nômades digitais do mundo! Com cada vez mais pessoas adeptas do nomadismo digital, a cidade possui tantos espaços de coworkings e cafés, que é praticamente impossível conhecer todos.

9. Bali

Se você é do tipo que gosta de viver na praia e em meio à natureza, Bali é o destino perfeito para você. A cidade é barata e oferece uma ótima qualidade de vida, além de que a comunidade empreendedora de jovens criativos vem crescendo sempre mais. Por causa disso, novos espaços de coworking são abertos a cada mês e além do mais, a cidade é o paraíso para os nômades digitais que buscam uma vida saudável, é super adepta ao veganismo e você pode encontrar diversos espaços que dão todos os tipos de aulas de ioga.

10. Florianópolis

Não poderíamos deixar o Brasil de fora da lista e no nosso imenso país, Floripa é a cidade perfeita para os nômades digitais. A cidade possui opções para todos os gostos, é mais barata do que São Paulo e Rio de Janeiro e a mistura perfeita entre natureza e urbanismo. Cheia de jovens criativos, que querem viver fora da caixa, Floripa possui diversos cafés e espaços de coworking, que faz da cidade uma verdadeira queridinha para os nômades digitais e empreendedores.

Você gostaria de citar outra cidade amiga dos nômades digitais? Deixe seu feedback nos comentários!