O nomadismo digital vem atraindo cada vez mais pessoas, que querem dar um novo significado à vida e ao trabalho. Se você sempre sonhou em ter liberdade para trabalhar de onde quiser, não está satisfeito com o seu trabalho e também quer mudar o rumo das coisas, dá só uma olhada na lista de 10 nômades digitais inspiradores que preparamos pra você. Cada um com seu projeto, fazendo coisas diferentes, vivendo em lugares inusitados, mas com uma coisa em comum: a busca por uma vida mais livre, fora da caixa e cheia de significado. Você também pode ser um nômade digital!

1. Monday Feelings

Foto: Monday Feelings

Projeto do casal de brasileiros Tiago Ferraro e Fernanda Kiehl, que se conheceram quando moravam em Londres e possuíam empregos tradicionais, ele como administrador de empresas, ela como assessora de imprensa. Apaixonados por viajar desde sempre, eles tinham empregos promissores e tudo aparentemente estava indo bem, exceto o fato de que eles estavam cansados da rotina. Depois de passarem 1 ano juntando dinheiro e planejando muito, largaram seus empregos e passaram 2 anos viajando pelo mundo, conhecendo lugares exóticos. Ao fim de 2 anos de estrada perceberam que queriam continuar ter a liberdade de continuar conhecendo o mundo, foi então que mudaram-se para a Itália (onde vivem hoje) e começaram a trabalhar como nômades digitais. Atualmente eles têm uma produtora de vídeos, fazem roteiros de viagem personalizados e possuem um site incrível que vai te inspirar a fazer o mesmo.

2. Pequenos Monstros

Foto: Pequenos Monstros

Debbie Corrano e Felipe Pacheco são brasileiros e publicitários, que também sempre gostaram de viajar e estavam cansados da rotina em agências de publicidade. Já viveram na Europa, Estados Unidos e Tailândia, mas fazem de Berlim a sua base. Fazendo freelas de publicidade e dando dicas práticas de como se manter sendo nômade digital em seu site, eles mostram que a liberdade é o combustível para eles continuarem no nomadismo digital. Quando iniciaram o projeto eles namoravam e viajavam o mundo com seus 2 cachorros. Hoje em dia eles estão separados, e enquanto Felipe está morando em Berlim, Debbie está em Palermo, na Itália, mas o projeto continua a todo vapor.

3. Clara Baccarin

Foto: Clara Baccarin

Clara é escritora e além de ganhar a vida escrevendo para diversos sites, possui seu próprio, onde publica seus textos e poesias. Até agora escreveu um romance: Castelos Tropicais, um livro de poemas: Instruções para Lavar a Alma e um de crônicas: Vibração e Descompasso. Aventureira, vive viajando o mundo e mostra que a profissão do escritor se encaixa perfeitamente com o nomadismo digital.

4. Bruna Caricati

Foto: Bruna Caricati

Bruna é jornalista freelancer, especialista em produção de conteúdos editoriais e content marketing para empresas. Depois de passar anos trabalhando em redações, assessorias de imprensa e agências de comunicação, percebeu que seria mais feliz se fosse nômade digital e fizesse do mundo o seu local de trabalho e é exatamente isso que ela faz hoje, através do site Go to Gate.

5. Priscila Kamoi

Foto: Priscila Kamoi

Esta curitibana foi diagnosticada com câncer de tireoide há 6 anos, e 2 anos depois, com um cisto no ovário. Foi quando ela decidiu, em 2014, largar seu emprego com um ótimo salário em uma multinacional e transformar seu sonho de empreender em realidade. Hoje ela tem o Jornada Kamoi, um blog de viagens, que permite que ela trabalhe e viaje ao mesmo tempo. Aproveitando o espaço para contar suas histórias e fazer roteiros de viagem personalizados, como nômade digital ela já conheceu 24 países e não pensa em voltar para a vida de antes nunca mais.

6. Viajo Logo Existo

Foto: Viajo Logo Existo

O casal Leonardo Spencer e Rachel Paganotto morava em São Paulo e possuía uma vida confortável com o salário que recebiam trabalhando em bancos. Foram 7 anos nesta vida, aproveitando para viajar o mundo nos 30 dias de férias por ano. Depois de muita coragem e planejamento, largaram seus empregos e hoje já são 5 anos viajando e trabalhando ao mesmo tempo. Ganham dinheiro com seu blog, dando palestras sobre o nomadismo digital e com seus 4 livros já lançados, e provam que, sim, é possível ganhar dinheiro enquanto viajamos.

7. Chris The Freelancer

Foto: Chris The Freelancer

Chris Dodd é um australiano que possui um canal no Youtube, onde dá sugestões de viagens, dicas para empreendedores e freelancers e faz entrevistas com outros nômades digitais, como uma forma de inspirar mais pessoas a fazerem o mesmo. Já lançou diversos e-books sobre o assunto, dá aulas e palestras e cria podcasts educativos, com o objetivo de mostrar o caminho para quem quer ser nômade digital.

8. Bruno Picinini

Foto: Bruno Picinini

Bruno largou seu emprego em 2010 para se arriscar no nomadismo digital. Através de seu site, o empreendedor digital, ele tem ensinado outras pessoas a fazerem o mesmo e já é bastante reconhecido neste universo. Especialista em marketing e empreendedorismo digital, ele possui um canal no Youtube, dá aulas, cursos e palestras e mostra que dá pra ganhar dinheiro (e muito!) pela Internet, trabalhando de onde você quiser e estabelecendo sua própria rotina de trabalho.

9. Casal Nômade

Foto: Casal Nômade

Com o objetivo de mostrar aos leitores que é possível viajar o mundo trabalhando e com um filho pequeno, o casal Jair e Nayara Rebello também desistiu de seus empregos confortáveis, ele como analista de sistemas e ela como nutricionista, para poderem viajar o mundo, trabalhando ao mesmo tempo. Foi quando abriram sua empresa de Marketing Digital e decidiram compartilhar suas experiências no blog e instagram do Casal Nômade. Hoje, o pequeno Mateus, que já nasceu nômade digital, também faz parte do projeto, que mostra que o nomadismo digital é para todos!

10. Fran Oliveira

Foto: Fran Oliveira

Fran é a cabeça por trás do Jornada Nômade Digital, que é um blog que tem o objetivo de ajudar as pessoas a se iniciarem no nomadismo digital e a usarem a tecnologia a seu favor. com podcasts, vídeos no Youtube e e-books, ela dá dicas de bons cursos e diz que quanto mais rápido você se tornar um nômade digital, mais chances terá de ser livre!

Você se inspira em quais nômades digitais? Conta pra gente! Deixe seu feedback nos comentários!